Guia salarial da United HR mostra salários vão de R$16 mil a R$98 mil na área de Finanças para 2021

18 de dezembro de 2020

A saúde financeira das corporações nunca foi uma das prioridades de preocupações dos CEOs das maiores empresas do mundo. Todas as áreas das empresas se unem para ajudar a decidir onde investir os recursos financeiros garante uma pesquisa salarial feita pela United HR (Consultoria de Outplacement e Executive Search) com milhares de empresas de diferentes setores.

“A tesouraria gerenciando as áreas de créditos e cobranças, negociando dívidas e trazendo recursos dos bancos. As lideranças das áreas fiscal e tributárias, buscando recursos através de recuperação de tributos e incentivos fiscais” afirma Márcio Miranda CEO Latam da United HR.

Segundo a pesquisa a exigência da digitalização na área financeira é indiscutível. CFOs Diretores e Gerentes de Finanças tem que ser ágeis e não podem errar a digitalização acelerou os processos e trouxe velocidade a todas as empresas que investiram em inovações tecnológicas. Diretores e Gerentes Contábeis com mais tempo para estratégias e menos tempo para gastar com operações.

A habilidade mais exigida aos profissionais de finanças e economia são de trabalhar bem com ERPs e in Cloud. A habilidade de ser mais estrategista e menos operacional é exigida a todos os CFOs e Diretores da área de finanças, explica Miranda..

Com maiores e mais complexos problemas as companhias precisam de líderes ágeis, que saibam planejar e liderar tomando decisões arriscadas. A capacidade de arriscar e fazer mudanças rápidas mas planejadas é cada vez mais exigida. Todos os processos tem que serem antecipados para que não se perca a hora. Flexibilidade, hands on, influência e persuasão estão mais valorizadas, segundo a pesquisa da United HR.

Para Márcia Pillat, CEO North America da United HR, o investimento intelectual deve ser atualizado, e empresas estão buscando executivos que se aprimoram na vida acadêmica. Especializações em Gestão de custos, reestruturação financeira, aquisições, fusões, são imprescindíveis neste momento.

Todos os setores da economia precisam rever seus times. Empresas que estão aquecidas na economia como exportações, e-commerce, farmacêutica, equipamentos médicos, seguros de saúde, bancos, agronegócio, bens de consumo, mineradoras, internet e tecnologia abrem posições porque estão em alta, afirma Márcia Pillat.

Gustavo Apostolico que é CFO da United HR afirma que as companhias que estão em crise contratam porque precisam de ajuda, fazer mais com menos, passar por processos de fusões e aquisições, reduzir fábricas, etc.

Os cargos de lideranças de mais destaques são Diretores e Gerentes em Tesouraria, Finanças, Contábil, Planejamento financeiro, Fusões & aquisições e Controladoria, segundo Gustavo Apostolico.

Os salários propostos no Guia de Salários da United HR para 2021 na área contábil e financeira, variam para cargos de liderança de Middle Management a C-level de R$ 18 mil a R$ 98 mil:

CFO (Chief Finance Officer) – Diretor Financeiro: R$25 mil a R$97 mil.
Controller: R$16 mil a R$ 50 mil.
Audit Manager – Gerente de Auditoria: R$19 mil a R$40 mil.
Gerente Contábil – Gerente Fiscal: R$12 mil a R$37 mil.
Controlling Manager – Financial Planning – Gerente de Controladoria – Gerente de Planejamento Financeiro: R$14.500 a R$43 mil.
Corporate Finance Manager – Gerente de Finanças Corporativas: R$15 mil a R$43 mil.

Treasury Manager – Financial Manager – Gerente de Tesouraria – Gerente Financeiro: R$12 mil a R$35 mil.

Os salários apresentados no Guia Salarial da United HR não incluem outros benefícios como stock options, comissionamentos, participação em lucros e resultados, que podem aumentar em até 20% de uma remuneração.

. . .

Compartilhe:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp