Em meio a estagnação econômica pelo novo coronavírus, obras de infraestrutura impulsionam a criação de empregos em construtoras segundos dados da United HR

12 de junho de 2020, Por Márcio Miranda

A relação entre investimentos em infraestrutura e empregos é total, acredita o presidente da UNITED HR, Márcio Miranda. Para o executivo, a retomada de investimentos no Brasil tem potencial para gerar um novo ciclo de expansão econômica, e retomar a geração de empregos.

O Consórcio Infraestrutura Brasil assumiu a operação de 1.273 Km de estradas, com investimento de R$14 bilhões, em contrato gerando 7000 empregos. 

Com a assinatura do contrato, a nova concessionária assume este mês de junho os 1.273 Km, maior malha rodoviária já licitada no Brasil, por um período de 30 anos. A extensão abrange 12 rodovias, passando por 62 municípios do estado. Parte da Km (1.055) estava sob a responsabilidade do DER. Do total de investimentos previstos ao longo do período contratual, cerca de R$1,5 bilhão serão aportados já nos dois primeiros anos da concessão.

O Hospital Universitário de Londrina PR está investindo R$5 milhões para equipar 120 leitos, no combate ao coronavírus. 

O Pátio Limeira Shopping divulgou que investirá R$80 milhões em uma ampliação de sua estrutura, em um terreno de 10,3 mil metros quadrados. Conclusão prevista para 2021, gerando 700 empregos diretos e 2 mil indiretos.

O Grupo Muffato anunciou a construção de sua quarta unidade em Rio Preto SP, que tem como investimento R$45 milhões. O empreendimento da rede de supermercados e hipermercados deverá gerar 420 novos empregos.

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União um investimento de R$ 3,2 milhões para habilitar 179 leitos em Hospitais de Pequeno Porte. Essas unidades estão preparadas e equipadas para receber pacientes que precisam fazer tratamentos diversos, que não estão relacionados ao coronavírus. O objetivo é que os hospitais de referência e maior porte concentrem as internações dos pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Com um investimento de R$40 milhões, o Condor Super Center abre a sua terceira loja em Joinville SC. Em uma área total de 10.900 m² sendo 3.200 m² de área de vendas, o novo hipermercado vai gerar 270 empregos e transforma o Condor na maior rede abastecedora da cidade.

O Governo da BA está investindo cerca de R$500 milhões em mais de 200 obras de construção, ampliação, reforma, manutenção e convênios na área da saúde. Somente em intervenções voltadas para a abertura de novos leitos em unidades de coronavírus (Covid-19), o montante supera os R$ 41 milhões. A pasta tem aproximadamente 40 convênios com os municípios e cerca de 110 obras de diferentes portes e complexidades estão em curso.

O Grupo Muffato inaugurará sua nova unidade do Max Atacadista em Catanduva SP. O empreendimento gerará 300 empregos na cidade, dos quais 200 diretos. Entre as inovações que a empresa leva a Catanduva está o lançamento do aplicativo do Max Atacadista, que inclui funcionalidades como encartes e vídeos de ofertas,  acesso ao cartão Crediffato e ofertas para WhatsApp.

A rede de supermercados Pague Menos já iniciou a operação de seu novo Centro de Distribuição, localizado em Santa Bárbara d’Oeste SP. Com 200 mil m² de área total, recebeu R$ 150 milhões em investimentos. De acordo com a varejista, a nova planta permitirá atender todas as lojas atuais e ainda garantirá o plano de expansão para os próximos anos.

A proprietária do Frigorífico Gold Carnes, Leonice Oliveira, informou que irá investir R$ 56 milhões na construção de uma unidade de abate, com previsão inicial de 500 suínos e 500 bovinos. A capacidade, porém, será de abater mil suínos e 2000 bovinos.

O Governo do Estado do MS planeja construir um polo industrial e empresarial no município de Jaraguari. O espaço terá 99 hectares separados em 20 quadras.

O Fort Atacadista , bandeira de atacarejo do Grupo Pereira, inaugou sua 40ª loja, localizada em São Bento do Sul SC. A nova unidade tem 3.400 m² de área de vendas, cerca de 8000 itens no sortimento, 20 checkouts – dos quais 4 de autoatendimento – e estacionamento com 270 vagas.

Uma das maiores empresas de Salvador do Sul, a Mega Embalagens, ampliou sua linha de produção, Além da ampliação física, a empresa salvadorense adquiriu novos equipamentos de tecnologia nacional e internacional. A Mega trabalha com produtos destinados aos segmentos de Pet Food, Personal Care, Alimentício, Agronegócios e Industrial, tanto no mercado interno, quanto no externo. 

O Governo do Estado do MA está ampliando o número de leitos para Covid-19 na macrorregião de Santa Inês. Serão instalados 22 leitos clínicos e 16 leitos de UTI.

A FCA, em parceria com a Comau, investiu R$3,5 milhões para instalar a fábrica de máscaras cirúrgicas com capacidade de produzir até 1,5 milhão unidades por mês em Betim MG.

A Rumo assinou um segundo termo aditivo de concessão que dá à Malha Paulista o direito de prorrogar o prazo de vigência do seu contrato. Os investimentos são de R$ 6,1 bilhões neste mesmo período. 

A Prefeitura de Arapongas, PR investirá R$ 3,4 milhões em pavimentação de vias e em espaços de esporte.

A Braskem informou  o investimentos previsto para 2020 de US$ 600 milhões, como parte de uma série de medidas para preservar seu caixa em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O Governo do Estado do AM investirá R$ 184,7 milhões no município de Parintins neste ano. Entre as obras estão a recuperação de 30 km de ruas e avenidas, a recuperação do aterro sanitário e a manutenção do Aeroporto Júlio Belém.

O Governo do Estado do MT pretende ampliar o número de leitos no Hospital Regional de Sinop. O objetivo é ampliar entre 10 a 19 o número de leitos para atendimento do coronavírus.

O Município de Santa Bárbara d’Oeste (SP) investiu R$53,4 milhões em Saúde durante o primeiro quadrimestre de 2020. O investimento é cerca de 15% superior ao mesmo período de 2019 e tem como objetivo transformar a área da Saúde, com obras, ações e programas. Destacam-se no período a reforma e ampliação do PS “Dr. Afonso Ramos” e a reorganização da Saúde para o enfrentamento do Coronavírus.

A saída para o Brasil romper o ciclo de estagnação econômica, e voltar a gerar empregos passa por investimentos em infraestrutura dos setores públicos e privados. A United HR tem projeção de que novos empregos serão gerados no longo ano de 2020.

Leave a Reply

Your email address will not be published.